Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Afrobasket’2019: Selecção feminina concentra-se este domingo para o jogo de apuramento com a Guiné Conacri

Cidade da Praia, 11 Mai (Inforpress) – A selecção cabo-verdiana de basquetebol feminina concentra-se este domingo na Cidade da Praia com vista aos trabalhos para os jogos de 17 e 19 do corrente com a Guiné Conacri, qualificável para o Campeonato Africano das Nações, CAN’2019.

A informação foi avançada este sábado pelo seleccionador feminino, António “Zola” Moreira, na companhia do presidente da Federação Cabo-verdiana de Basquetebol, Mário Correia, em conferência de imprensa realizada no pavilhão desportivo “Vává Duarte”, onde algumas das convocadas se fizeram representar pessoalmente.

Zola avançou que os trabalhos de preparação começam já este domingo e que pensa já na segunda-feira contar com 10 das 12 seleccionadas com treinos bi-diários (de manhã e à tarde), determinados no apuramento frente à selecção nacional da Guiné Conacri.

O timoneiro nacional disse que Cabo Verde vai entrar determinante nestes dois jogos de qualificação, confrontos directos, frente as guineense de Conacri, e que está com a expectativa bem alta.

Disse que tem vindo sistematicamente a treinar os atletas que residem nos EUA, alegando que nos últimos três quatro meses preparou as convocadas com um treino específico para esta missão.

Em relação às duas atletas seleccionadas que residem no país, António Moreira acredita que não existem problemas de adaptação, com o argumento de que tanto Aylin Pires como Juvelino Bento são jogadoras internacionais, habituadas a representar o país desde 2013, e que inclusive militam no mesmo clube, o que, a seu ver, facilita e muito o entrosamento.

Quanto à equipa adversária, afirmou que tem vindo a estudar a forma de actuar da selecção da Guiné Conacri e que está focado em ganhar a eliminatória para que Cabo Verde possa estar presente em Agosto na fase final do CAN, enquanto um dos três representantes da Zona II, isto é, ao lado do Senegal e Mali, equipas já qualificadas.

Espera encontrar um adversário difícil, com um estilo de basquetebol que se assemelha a dos Camarões, mas promete trabalhar com a determinação para eliminar a Conacri e apurar-se para o Afrobasket, neste “novo ciclo” da selecção.

A equipa técnica exorta a população a apoiar o combinado nacional, sobretudo a camada feminina com uma participação massiva aos dois jogos, para que o país consiga levar avante os seus intentos nesta montra do basquetebol africano. Feminino.

A fase final do Afrobasket realiza-se em finais de Agosto, num país ainda a ser determinado pela FIBA África.
Lista das convocadas:

Jade Leitão, “cap”, Extremo, EUA

Ornela Livramento, Extremo, R I College, EUA

Djenifer Veiga, Poste, Portugal

Aylin Pires, Lady Rebels, Poste, Cabo Verde

Loreta Rocha, Extremo, SNAU, EUA

Allexier Barros, Base, Gdessa, EUA

Joseana Vaz, Extremo, Portugal

Arzira Martins, Poste, Portugal

Indira Évora, Base, St Michael, EUA

Analessia Fernandes, Extremo, R.I. Collegue, EUA

Juvelina Bento, Extremo, Lady Rebels, Cabo Verde

Monalisa Mendes, Base, Providence College, EUA

Equipa técnica:

Treinador: António Moreira (EUA), coadjuvado por Edmar Gomes (EUA) e Bety Costa.

Preparador físico: Milton Cabral.

Clínico: Dieir Andrade

SR/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos