Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Aeroporto de Santo Antão é “tecnicamente viável”

Porto Novo, 05 Mar (Inforpress) – Os estudos preliminares para a construção do aeroporto de Santo Antão, apresentados hoje na cidade do Porto Novo, indicam que a construção dessa infra-estrutura é “tecnicamente viável”.

Essa foi a conclusão a que chegaram os técnicos da empresa espanhola contratada para a elaboração dos estudos, que tiveram início em 2017, e chegaram à conclusão desejada pelas autoridades locais e pelos santantonenses.

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, presidiu à cerimónia de apresentação do projecto e disse que o aeroporto de Santo Antão é um investimento que justifica ser feito, tendo em conta que vai “desencravar Santo Antão pelo ar”.

Ulisses Correia e Silva considerou que “Santo Antão tem todas as condições para estar optimista quanto ao seu futuro”, e adiantou que, a partir de agora, vai ser elaborado o “plano director” para que a obra possa arrancar para a próxima etapa que levará, necessariamente, menos tempo.

Segundo Ulisses Correia e Silva, a etapa que culminou hoje era determinante, mas tinha de levar “o seu tempo por imposição de normas e de regras internacionais” e, adiantou o primeiro-ministro, “o Governo está fortemente engajado” na concretização do projecto.

Ulisses Correia e Silva não avançou uma data para a conclusão da obra porque, conforme disse, não sabe qual é o “timing” da construção, mas admite que leve menos tempo do que toda a preparação desta fase preliminar.

“Hoje estamos todos felizes aqui em Santo Antão”, disse o presidente da Associação dos Municípios de Santo Antão (AMSA), Aníbal Fonseca, que considerou que “esta é a infra-estrutura que a ilha espera para potenciar o seu desenvolvimento e vai ligar Santo Antão a Cabo Verde e ao Mundo”.

Trata-se, no entender de Aníbal Fonseca, “de uma infra-estrutura para o desenvolvimento da ilha e para agregar valor a Santo Antão”.
A opção, segundo o primeiro-ministro, é a construção de uma pista de 2.000 metros.

HF/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos