Adiamento da isenção de vistos foi devido a condições internas a resolver, representante da UE

Cidade da Praia, 06 Mai (Inforpress) – A representante da União Europeia (UE) em Cabo Verde, Sofia Moreira de Sousa, esclareceu hoje, que o adiamento da isenção de vistos foi devido a condições internas e situações que deverão ser resolvidas.

O Governo aprovou no último Conselho de Ministros a alteração do decreto-lei para a entrada em vigor da isenção de vistos aos cidadãos europeus, a partir 1 de Janeiro de 2019.

Sofia Moreira de Sousa falava à imprensa à margem da abertura da celebração do Dia da Europa, que aconteceu esta tarde  no Palácio da Cultura Ildo Lobo, na Cidade da Praia,  presidida  pelo ministro da Cultura e das Indústria Criativas, Abraão Vicente.

“Nós estamos a trabalhar com as autoridades cabo-verdianas numa série de medidas, designadamente na segurização e autenticação de documentos e no reforço da segurança nas fronteiras”, indicou.

A diplomata informou que é preciso   haver “uma série de passos” para a total isenção de vistos, considerando que há um caminho a percorrer e que as duas partes têm que caminhar neste sentido.

Sofia Moreira de Sousa observou que nesse processo é “importante” ver a conjuntura mundial, uma vez que, segundo ela, a questão da livre circulação e imigração está na “ordem do dia” na Europa.

“Por isso não vou dar perspectiva em termos de tempo ou data, porque seria  criar falsas expectativas”, notou a representante da UE em Cabo Verde.

Em relação à mensagem alusiva ao Dia da Europa, que se assinala no dia 09 de Maio, disse que  a data serve também para dar a conhecer  os  diferentes  elementos da parceria entre  a  União Europeia  e  Cabo Verde.

Por sua vez, o ministro Abraão Vicente disse que essa efeméride serve também para “relembrar” os valores que Cabo Verde partilha com a União Europeia  e apontar os desafios para o futuro.

“O dia de hoje serve para relembrar aos cabo-verdianos e aos europeus que os  seus destinos,  de uma certa forma,  estão interlaçadas”,  frisou o  ministro.

As celebrações do Dia da Europa vão continuar, a partir desta segunda-feira, 07, na ilha do Maio, que este ano vai receber as actividades centrais.

OM/ZS

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos