ADAD promove ateliê para debater a problemática das construções nas orlas marítimas em Santiago Norte

Cidade da Praia, 12 Jul (Inforpress) – A Associação para a Defesa do Ambiente e Desenvolvimento (ADAD) promove hoje no município do Tarrafal um ateliê para debater a problemática das construções nas orlas marítimas em Santiago Norte.

Trata-se, segundo o representante da ADAD, Aristides Reis, de um evento realizado no âmbito do projecto de “Redução do Impacto de Infraestruturas Sobre Ecossistemas Costeiros Na África Ocidental (PRISE)”, financiado pela Fundação MAVA através Parceria para Conservação Marinha e Costeira (PRCM) e Wetlands International África.

Visa sobretudo, chamar a atenção para a problemática da construção de infra-estruturas junto das zonas costeiras, particularmente em Santiago Norte e nos municípios de Tarrafal, São Miguel, Santa Cruz e Santa Catarina.

“Nós pretendemos relançar o debate iniciado na Praia com o primeiro ateliê e Santiago norte quer constituir uma rede ligada a esse projecto e estamos aqui a debater esta questão dos impactos das infra-estruturas nas zonas costeiras marinhas”, disse.

Aristides Reis salientou que a orla marítima tem constituído um grande centro de atracção para as construções, daí a necessidade de promover um forte debate por forma a evitar que a geração futura fique prejudicada com as acções da actual geração.

“Temos de debater e analisar os impactos negativos dessas construções na biodiversidade e costeira”, sustentou.

O ateliê conta com a participação dos representantes das Câmaras e das Assembleias Municipais de Santiago Norte, delegações do Ministério do Ambiente e Agricultura de Santiago Norte, da Polícia Nacional, do Instituto Nacional de Gestão Território (INGT) e associações ligadas ao ambiente.

O encontro deverá culminar com a assinatura do memorando de entendimento para o desenvolvimento duma rede intermunicipal que terá por funções a multiplicação do debate à volta desse assunto.

MJB/ZS

Inforpress/fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos