ADAD perspectiva cumprir plano de actividades apesar das restrições impostas pela pandemia

Cidade da Praia, 16 Fev (Inforpress) – O presidente da Associação para a Defesa do Ambiente e Desenvolvimento (ADAD), Januário Nascimento, disse que a organização quer cumprir o plano de actividades para este ano, apesar das “inúmeras restrições” que a pandemia da covid-19 tem provocado.

Januário Nascimento fazia à Inforpress o balanço das actividades da ADAD durante 2020 e as perspectivas para 2021.

Conforme apontou, para este ano “as coisas parecem que vão demorar ainda um pouco para entrar nos eixos”, mas, disse, a organização tem projectos que quer desenvolver, nomeadamente a continuação do programa Cabo Verde sem plástico, com várias iniciativas em todo o País.

Por outro lado, anunciou que a ADAD está a preparar para comemorar o Dia da Terra, que se assinala a 22 de Abril, desejando que haja condições para a realização de actividades, para que a data seja “fortemente assinalada”.

“Não podemos dizer que as perspectivas são boas, porque temos ainda há muitos problemas ligados à saúde, mas queremos fazer um trabalho articulado com o sector”, explicou, salientando que o País não pode ter medo da covid-19, mas que, entretanto, todos devem cumprir as orientações.

Em relação ao ano anterior, Januário Nascimento avançou que a associação promoveu várias actividades, tendo conseguido executar o projecto ligado às Infra-estrutura costeiras nas ilhas da Boa Vista e de Santiago, como também actividades nas zonas costeiras de São Vicente e na ilha do Sal.

“Tivemos uma boa parceria com o Governo e o Instituto Nacional de Gestão de Território (INGT), na qual aproveitamos para divulgar um documento muito importante, que é o Plano de Ordenamento da Orla Costeira e Marítima da Boa Vista”, sublinhou.

Ainda sobre projetos, o responsável destacou que foi lançado um “muito importante” em São Nicolau, que é sobre a agricultura e segurança alimentar, que beneficiou escolas e pessoas que trabalham no campo.

Contudo, segundo Januário Nascimento, a covid-19 tem causado danos a todos os níveis, mas é necessário saber adaptar-se à nova realidade, contando que cada um faça o seu papel.

HR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos