Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

ADAD apela às autoridades cabo-verdianas a cumprirem a legislação marítima e ambiental

Cidade da Praia, 20 Nov (Inforpress) – O presidente da Associação para a Defesa do Ambiente e Desenvolvimento (ADAD), Januário Nascimento, apelou hoje às autoridades cabo-verdianas a respeitarem a legislação marítima e ambiental, visando garantir a preservação e valorização da zona costeira.

O apelo foi feito em declarações à imprensa, à margem da cerimónia de entrega do prémio “Jovem Ambiental”, nas vertentes poesia, conto e desenho, no âmbito do workshop do projecto “Redução do impacto de infra-estruturas sobre ecossistemas costeiros na África Ocidental” e apresentação dos resultados do projecto “Agricultura e segurança alimentar”, promovida pela ADAD, que arrancou hoje e vai até este sábado, 21, na Cidade da Praia.

“Aqui lançamos um apelo muito claro às autoridades, tanto nacionais como municipais, para que respeitem a legislação, porque infelizmente a nossa zona costeira tem sido muito maltratada, particularmente na Cidade da Praia, por isso, apelamos para que se respeite a legislação”, reiterou o responsável.

Conforme avançou Nascimento, em Cabo Verde, a infra-estrutura tem um “impacto muito grande” no ambiente, sobretudo no espaço marinho, daí, precisou, é necessário “despertar” a sociedade civil a darem o seu contributo na protecção da zona costeira na qual, “infelizmente”, não tem havido o cumprimento dos 80 metros, conforme estabelecido na lei.

Januário Nascimento destacou, por outro lado, a boa participação dos jovens no concurso tendo, no entanto, defendido a importância de se incentivar a classe juvenil sobre a necessidade de proteger o ambiente e desenvolver a arte pois, justificou, é “fundamental” haver o cruzamento entre o ambiente, a ciência e a cultura.

Concernente ao workshop, o presidente da ADAD avançou que o objectivo é divulgar e apresentar os resultados dos projectos sobre a segurança alimentar e agricultura e divulgar o projecto sobre a conservação da zona costeira e marinha.

TC/DR

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos