Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

ACV promove mesa redonda sobre grupo de acção democrática de Cabo Verde e Guiné-Bissau

Cidade da Praia, 16 Jul (Inforpress) – A Associação Cabo-verdiana de Lisboa (ACV) promove uma mesa redonda sobre o Grupo de acção democrática de Cabo Verde e Guiné-Bissau e a Associação de Cabo-verdianos e Guineenses, a realizar-se no próximo dia 18, em Portugal.

Segundo uma nota informativa da referida associação, este evento realiza-se no âmbito do Ciclo de Conferências sobre a História da ACV que visa assinalar e celebrar o cinquentenário da sua criação.

De acordo com a mesma fonte, serão oradores da mesma Mesa-Redonda os Drs. José Pedro Morais, Manuel Chantre, Maria de Jesus Carvalho e o desportista Nuno Delgado, seguida de uma leitura de um testemunho de Helena Lopes da Silva, que faleceu em Setembro de 2018.

A Associação Cabo-verdiana de Lisboa é uma instituição de utilidade pública e tem o reconhecimento do ex-Presidente da República de Portugal, Jorge Sampaio. E também é reconhecida pelo Alto Comissariado para as Migrações e congrega o título de Casa da Cultura atribuído pelo ex-ministro da Cultura, Mário Lúcio.

A ACV é considerada uma das mais relevantes organizações de representação e promoção social e cultural de Cabo Verde na diáspora, reconhecida pelo seu trabalho em prol da emigração cabo-verdiana e de outras comunidades da CPLP.

O espaço da Associação Cabo-verdiana, na Duque de Palmela, é o mesmo onde em 1969 um grupo de cabo-verdianos criava a primeira associação do género em Portugal, e que após 25 de Abril se desmantelou por vicissitudes do período revolucionário então em curso.

CM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos