Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Actividade física “evita os factores de riscos” para doenças crónicas não transmissíveis – responsável do INSP

Cidade da Praia, 06 Abr (Inforpress) – O administrador executivo do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP)  considerou hoje, na Cidade da Praia, que a actividade física é uma “excelente forma de evitar” factores de riscos para as doenças crónicas não transmissíveis.

Júlio Rodrigues falava aos jornalistas à margem do seminário sobre “A importância da actividade física na prevenção do Acidente Vascular Cerebral (AVC) ”, para assinalar o Dia Mundial da Actividade Física.

Na ocasião,  a mesma fonte assinalou que a actividade física é um factor para combater doenças crónicas  não transmissíveis, isso porque, reforçou, “grande parte dessas doenças são evitáveis”.

“Por isso nós juntamos o Dia Mundial da Actividade Física, aproveitando também o momento para junto com a iniciativa ano do AVC, que é uma das principais causas de morte entre as doenças cardiovasculares e entre as outras doenças em Cabo Verde”, explicou.

Segundo o administrador do INSP, tendo em conta o peso do AVC no panorama sanitário do País e o Dia Mundial da Actividade Física para combater esse mal, o INSP juntou os parceiros para lançar a iniciativa da prática do desporto e também celebrar a data em questão.

“A actividade física é uma das formas para combater a doença, mas também existem outras formas, como por exemplo uma boa alimentação, entre outros”, disse Júlio Rodrigues.

Por sua vez,  o director nacional da Saúde, Jorge Noel Barreto,  disse ser justo aproveitar  a data no âmbito da iniciativa Ano do Acidente Cerebral, com o dia que assinala o Dia Mundial da Actividade Física, para fazer uma colaboração e chamar atenção a população da importância das actividades físicas para a saúde.

“O nosso objectivo é que as pessoas não tenham o AVC e por isso a importância de apostarmos na prevenção. A prática regular de exercícios físicos ajuda e muito na prevenção, para além disso traz bem-estar e melhora a auto-estima de uma pessoa”, assegurou.

Jorge Noel Barreto lembrou várias iniciativas têm sido implementadas em Cabo Verde, no sentido de promover a realização da prática do exercício físico.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, o AVC causa cerca de 6 milhões de mortes por ano a nível mundial, sendo a maioria em países em desenvolvimento.  

O Dia Internacional do Desporto pelo Desenvolvimento e Paz foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), em Agosto de 2013, e a data de 06 de Abril foi escolhida, já que foi neste dia que se iniciou a primeira edição dos Jogos Olímpicos da era moderna, em Atenas (Grécia), em 1896.

Em 2014 celebrou-se pela primeira vez o Dia do Desporto pelo Desenvolvimento e Paz.

DM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos