Acidente com ferryboat Liberdadi demonstra “necessidade urgente” de um cais de pesca no Porto Novo – responsável 

Porto Novo, 18 Abr (Inforpress) – O acidente envolvendo o ferryboat Liberdade, há uma semana, em Santo Antão, “chama a atenção dos governantes quanto à necessidade urgente de um cais de pesca” nesta ilha “para atender ao crescimento do sector pesqueiro”, nesta região.

Quem o diz é o presidente da Associarão dos Pescadores do Porto Novo, Atlermiro Correia, que voltou a insistir na necessidade de se construir um cais de pesca no concelho do Porto Novo, para apoiar a actividade pesqueira em toda a ilha de Santo Antão.

Devido à uma “falha técnica”, conforme explicou o comandante, Liberdadi colidiu, quinta-feira passada, no porto do Porto Novo, com algumas embarcações, uma das quais ficou muito danificada, facto que o líder dos pescadores lamenta, esperando que “todos os estragos causados às embarcações sejam resolvidos atempadamente”.

Operadores dessa área em Santo Antão têm estado a pedir a criação de infra-estruturas de pesca na ilha que, segundo dizem, apesar do seu potencial nesse sector, não dispõe ainda de um cais de pesca para apoiar a actividade pesqueira nos três municípios.

Os autarcas santantonenses têm falado no “esquecimento ” das pescas em Santo Antão.

Entretanto, conforme apurou a Inforpress, ainda no decorrer deste ano a ilha deverá ser contemplada com um arrastadouro de botes, que deve localizar-se em Janela, Paul, conforme já anunciou a ministra das Infra-estruturas, Eunice Silva.

Na cidade do Porto Novo, a associação local dos pescadores disse ter recebido a promessa do Governo de que está na forja a construção de um desembarcadouro de botes e assinala que existe uma comunidade piscatória com mais de uma centena de operadores.

JM/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos