Académicos cabo-verdianos e norte-americanos debatem as relações entre Cabo Verde e os EUA

Cidade da Praia, 29 Abr (Inforpress) – “As Relações entre Cabo Verde e os Estados Unidos da América: Duzentos Anos Depois” é tema de uma conferência prevista para esta terça-feira, 10, na ilha do Fogo, e que irá reunir políticos, diplomatas e académicos cabo-verdianos e norte-americanos.

Promovida pela Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) em parceria com a Embaixada dos Estados Unidos da América (EUA) e a Câmara Municipal de São Filipe, a conferência está inserida no âmbito das actividades comemorativas dos 200 anos das relações diplomáticas entre os dois países estabelecida em 1818 com a abertura da primeira missão do consulado americano na África subsaariana.

O evento que acontece no auditório Padre Pio Gottin, na cidade de São Filipe, vai reunir eminentes académicos cabo-verdianos e dos EUA, figuras políticas locais e nacionais, diplomatas, cabo-verdianos nos EUA e residentes para debaterem as relações entre os dois países, relações diplomáticas essas que foram reforçadas depois de 1975 com a independência do arquipélago.

Segundo informações da Uni-CV, durante esses anos, os dois países desenvolveram relações fortes e sem precedentes a nível do comércio, educação, segurança e troca de pessoas para pessoas, sendo que os EUA estiveram ainda na linha de frente durante a luta contra a escravidão e igualmente e contribuíram por meio de programas de segurança alimentar durante as secas e fomes que atingiram o arquipélago.

A cerimónia de abertura estará a cargo do presidente da Câmara Municipal de São Filipe, Jorge Nogueira, na presença da encarregada de Negócios dos EUA, Marissa Scott-Torres, e do presidente da Comissão Científica e Organizadora, e docente da Faculdade de Ciências Sociais, Humanas e Artes da Uni-CV, Saidu Bangura.

AV/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos