Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Abertas candidaturas para apoio ao desenvolvimento de carreiras científicas de investigadores dos PALOP

Cidade da Praia, 16 Jul (Inforpress) – A Fundação Calouste Gulbenkian abriu as candidaturas para o apoio ao desenvolvimento de carreiras científicas de investigadores dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) na área das Ciências da Saúde.

Em comunicado, a referida fundação elucida que este concurso tem como objectivo permitir a criação e instalação de grupos de investigação liderados por jovens investigadores de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

O mesmo, segundo a nota, visa contribuir para a consolidação de carreiras científicas nesses países, reforçando não só estes sistemas científicos como as ligações institucionais entre Portugal e os PALOP.

De acordo com a mesma fonte, numa primeira fase, os investigadores são seleccionados para um estágio de oito meses, sendo que a selecção é feita pelas instituições que disponibilizam os estágios de acordo com o Curriculum Vitae do candidato, a adequação do estágio e a importância do tema a investigar para a política de saúde do país onde se pretende desenvolver o projecto.

Ainda, conforme o comunicado, ao longo do estágio, os investigadores devem elaborar uma proposta de projecto de investigação em Ciências da Saúde, adiantando que essa proposta será seleccionada por um júri externo.

“Às propostas seleccionadas será atribuído um subsídio para o desenvolvimento do projecto, na instituição de acolhimento do investigador, num dos PALOP, durante um período de três anos após a sua aprovação”, lê-se no documento.

A mesma fonte informa, por outro lado, que serão aceites candidaturas de investigadores dos PALOP, com idade inferior ou igual a 40 anos que tenham concluído, há menos de três anos, o seu doutoramento na área das Ciências da Saúde e que pretendam iniciar ou prosseguir uma carreira científica nos PALOP.

De igual modo, serão aceites candidaturas de investigadores que se encontrem em fase de conclusão de doutoramento, desde que a tese final seja submetida até ao dia 30 de Novembro de 2020 e que estejam a estudar ou a residir fora e que pretendam voltar ao seu país de origem.

As candidaturas devem ser obrigatoriamente submetidas através do formulário on-line, disponível até 30 de Outubro.

CM/DR
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos