Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

“A Cor do Papel Verde” é título do quarto livro de Gualberto do Rosário apresentado hoje na Praia

Cidade da Praia, 26 Fev (Inforpress)- “A Cor do Papel Verde” é o título do quarto livro de Gualberto do Rosário, apresentando ao público no final desta tarde, na Praia, pela editora e livraria Pedro Cardoso.

Segundo o autor, o livro insere no seu projecto literário, como homem dedicado às letras e literatura, que tem uma perspectiva de literatura cabo-verdiana inserida num contexto mundial, onde o arquipélago possa ser o ponto de partida e de chega, mas onde o mundo está presente.

A obra narra a “incrível e surpreendente história do último tangomau”, aquele que jurou, com as mãos impostas a Gran Cruz de São Filipe, exposta no altar-mor, corrigir o crasso erro de Amílcar Cabral. Jurou e, milimetricamente, cumpriu”, aponta o autor, em comunicado.

Gualberto do Rosário considerou que a editora e livraria Pedro Cardoso tem estado a fazer um “trabalho notável”, com publicações fora de Cabo Verde, condição essencial para internacionalização da literatura cabo-verdiana conquistar espaços a nível mundial.

Gualberto de Rosário é natural da ilha de São Nicolau, membro da Academia Cabo-verdiana de Letras e ganhou o gosto pela literatura ainda na pré-adolescência, altura que começou a escrever poesia.

Publicou no jornal “Mar Alto”, da Figueira da Foz, Portugal, “Folhas Verdes”, criada nos finais dos anos 70 do século XX, na cidade da Praia e na revista “Artes &Letras”.

Em Dezembro de 2002, deu a estampa a primeira obra de ficção intitulada “Hora Minguada”, seguiu-se “Ilha Imaculada” em 2004 e “A Herança de Chaxiraxi” em 2012.

AV/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos