Praia: Líderes unem voz para exigir “Estatuto Especial”, mas divergem quanto aos projectos de desenvolvimento do município

Cidade da Praia, 19 Mai (Infropress) – Os líderes das bancadas municipais Ivan Bettencourt (MpD) e Vladimir Silves Ferreira (PAICV) divergiram hoje sobre os projectos que o município da Praia necessita para o seu desenvolvimento, mas falaram numa só voz sobre o Estatuto Especial para Praia.

Estas leituras foram feitas pelos líderes da bancada do Movimento para a Democracia (MpD) e do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) na sessão solene que decorreu, esta manhã, na Assembleia Nacional no âmbito do Dia do Município da Praia, que se assinala a 19 de Maio.

Na sua alocução alusiva à data, o líder da bancada do MpD referiu-se sobre os ganhos que a Praia teve nos últimos 10 anos, a todos os níveis, sobretudo na política social pelos serviços prestados às camadas mais vulneráveis, mas nãos esqueceu de exigir o “estatuto especial”.

Neste dia, além de regozijar-se sobre os projectos elaborados, Ivan Bettencourt uniu-se à voz dos praienses para reclamar a adequação plena do aeroporto da Praia, visando um espaço capaz de facilitar o crescimento do turismo e da economia do tecido empresarial e da ilha de Santiago.

“Mas também em nome da cidadania (…) apelamos aos munícipes a assumirem as suas responsabilidades e a colaborar com a autarquia no sentido de se melhorar a organização da Praia Maria e para pormos cobro ao fenómeno das construções ilegais, vendas ambulantes irregulares, zonas verdes e outros”, disse.

E porque acredita que Praia quer atingir os “nobres objectivos” a que se lhe propõem, Ivan Bettencourt, é de opinião que se todos tiverem em mente que a pergunta correcta face aos desafios que a capital enfrenta é o que se pode fazer e não o que se deseja que Praia faça por cada cidadão, “tudo estaria bem”.

Para o líder da bancada do PAICV (oposição), Vladimir Silves Ferreira, que reconhece que a Cidade da Praia cresceu e tronou-se mais complexa em várias dimensões, os desafios de hoje são outros, pelo que adiantou ser crucial que se continue a investir na infraestruturação, nas vias de acesso, circulação urbana e outros.

“Apesar dos grandes e diversificados investimentos levados a cabo pelos sucessivos governos (…) nos 26 anos de implementação do poder local, a nossa Cidade ainda não nos orgulha em muitos aspectos e as dimensões que nos orgulha são escamotáveis (…) extremos à nossa realidade ou de duvidosa autenticidade”, asseverou.

Vladimir Silves Ferreira, que falava na sessão solene do Dia do Município, disse que queria que a Cidade da Praia, mais do que chavões e “sound bites” da moda, fosse efectivamente a mais “coll” da África em matéria de segurança, saneamento, recolha e tratamento do lixo, abastecimento de água e distribuição de energia eléctrica.

PC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos