Oitava gala dos CVMA orçada em 14 mil contos conta com cinco mil do Ministério do Turismo e Transportes – organização

Cidade da Praia, 02 Mai (Inforpress)- A oitava gala dos Cabo Verde Music Awards (CVMA), aprazada para este sábado, conta com um orçamento de 14 mil contos, dos quais cinco mil contos foi um apoio do Ministério do Turismo e Transportes, informou hoje a organização.

Para a materialização deste apoio, foi rubricado, na tarde de hoje, um protocolo entre os Cabo Verde Music Awards pelo seu promotor Gylito Semedo, a Cabo Verde TradeInvest, pela presidente Ana Barber, e o Ministério do Turismo e Transportes, pelo director-geral do Turismo, Francisco Martins.

Segundo o promotor do evento, Gylito Semedo, desde 2011 a organização tem contado com o apoio directo da Unitel T+, mas como esta produção exige um “orçamento elevado”, era necessário conseguir outros apoios, e desta vez conseguiram um “alívio” por parte do Governo.

“Temos estado a conseguir fazer a gerência da produção, mas não tem sido fácil, mas como se diz, temos sempre que acreditar e ter o Ministério do Turismo e a Cabo Verde TradeInvest connosco, vem nos dar um pouco mais dessa solidez e também ajudar a Unitel que foi a única empresa a fazer investimento directo nos CVMA”, afirmou.

Informou ainda que uma vez que a gala volta para o palco da Assembleia Nacional, após alguns anos a ser realizada no espaço da FIC, o orçamento que nas três últimas edições rondavam os 16 mil contos, este ano, será de 14 mil contos.

Esta redução de dois mil contos justifica-se pelo facto de a organização não ter de investir muito na logística, sendo que a gala vai ser na Assembleia Nacional onde o grosso do investimento vai ser no palco.

Apesar desta redução, Gylito Semedo garantiu que a qualidade será um “pouco superior” à dos anos anteriores, porque o objectivo da organização não é só fazer acontecer os CVMA na noite da gala, mas sim de levar o conteúdo da gala para canais internacionais.

“Espero anunciar dentro de meses a concretização de colocar o conteúdo dos CVMA (artistas nomeados, mensagens) em duas plataformas internacionais, mas para isso, este ano será o ano piloto e se tudo correr bem, são duas portas importantes a abrirem (…). O mundo irá ter acesso ao conteúdo CVMA”, assegurou.

A organização conta ter a casa cheia nesta noite de premiação dos artistas cabo-verdianos, de promoção da música e dos artistas e de muito glamour no auditório da Assembleia Nacional, com lugar para mais de 800 pessoas.

Os bilhetes, informou, já estão disponíveis para a venda, entretanto apenas 160 bilhetes foram disponibilizados ao público, uma vez que a maioria vai ser disponibilizada para as empresas patrocinadoras, os artistas, os jornalistas e outros convidados.

Para o director geral do Turismo, Francisco Martins, o Ministério do Turismo, através do Fundo sustentável para apoio a actividades turísticas, vem apoiando a cultura, por isso numa altura em que a morna é candidata a património cultural e imaterial da UNESCO não quiseram ficar de fora deste projecto que valoriza a música e os artistas cabo-verdianos.

Sob o lema “a criar memórias desde 2011”, estão a concurso 17 categorias, mais de 20 artistas nomeados, cinco menções honrosas e atribuição de um Prémio Carreira.

A gala, que acontece no dia 05, terá como convidados especiais o músico angolano Carlos Paim e o luso cabo-verdiano Carlão, que se juntam às actuações de vários músicos nomeados e ainda algumas surpresas.

AM/ZS

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos