Primeiro-ministro avalia positivamente primeiro ano de governação e desvaloriza opinião contrária

 

Espargos, 18 Abr (Inforpress) – O primeiro-ministro avaliou hoje, na ilha do Sal, positivamente o primeiro ano de governação do Movimento para a Democracia (MpD), desvalorizando opinião contrária.

Ulisses Correia e Silva fez esta avaliação quando confrontado pela Inforpress sobre as opiniões de alguns salenses e mesmo de analistas políticos que consideram “bastante fraco” o desempenho do seu governo neste primeiro ano, à margem de sua visita à ilha turística, por um período de 24 horas, para  tomar pulso da situação das empresas locais.

No sábado, 22, o Governo do MpD liderado por Ulisses Correia e Silva completa um ano de governação e, a propósito da efeméride, a Inforpress saiu à rua para auscultar a opinião de pessoas de diferentes simpatias políticas e o público em geral.

Nesta abordagem, uma franja da população considera que o desempenho do Governo neste primeiro ano de mandato é “bastante fraco e deficiente”, manifestando-se céptica quanto ao cumprimento das promessas de campanha e ao futuro de Cabo Verde.

Face a essas opiniões, Ulisses Correia e Silva reage dizendo, simplesmente, que cada um tem o seu entendimento.

“Mil cabeças, mil entendimentos. Mas a apreciação que fazemos do nosso desempenho é positiva, tendo em conta o ponto de partida”, afirmou, escusando-se a fazer, por enquanto, um balanço sobre este percurso da administração do país.

O chefe do Executivo e líder do MpD disse deixar isso para o mês de Maio, altura que “realmente” marca um ano de governação, em função da aprovação, da Moção de Confiança, no Parlamento, um instrumento, que a partir dessa data, disse, permitiu o Governo ter todos os instrumentos de governação.

“Portanto, na altura própria, a 24 de Maio, faremos a avaliação do nosso desempenho. Mas a oposição, evidentemente, não irá dizer que a situação está boa e nunca dirá. Portanto, temos que conviver com isso”, notou.

Instando a pronunciar-se se está nos seus planos uma possível remodelação governamental, Ulisses Correia e Silva foi taxativo: “Não falo de remodelação governamental na Comunicação Social”.

SC/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos