Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

45 anos de cooperação: China quer reforçar relações de cooperação com Cabo Verde

Cidade da Praia, 28 Jan (Inforpress)- O embaixador da China em Cabo Verde reafirmou hoje a vontade da China em reforçar a cooperação com Cabo Verde em todas as áreas, no âmbito do 45º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países.

Du Xiaocong fez este anúncio no acto de assinatura de dois acordos entre Cabo Verde e China no domínio da cooperação económica e técnica, orçados em 1.404.280.000 escudos, aproximadamente 13 milhões de euros.

“A China quer aproveitar esta oportunidade para reforçar a cooperação em todas as áreas com Cabo Verde, especialmente nos assuntos internacionais. Podemos reforçar a nossa cooperação e coordenação”, afirmou o diploma, que diz ter muita expectativa que, sob a liderança do novo ministro dos Negócios Estrangeiros, a cooperação entre a embaixada da China e o Governo será “mais fortalecida”.

“Precisamos reforçar ainda mais o nosso relacionamento”, finalizou.

Por sua vez, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Figueiredo, prometeu continuar a dar “todo o suporte” para que todas as iniciativas que a China vem desenvolvendo, em relação à África, tenham um “melhor êxito” com a contribuição do arquipélago.

“Queria assegurá-lo que Cabo Verde continuará a ser um parceiro que defende aquilo que a China tem proposto na arena internacional, a política de uma China, e todos os esforços que a China faz ao nível internacional para resolver questões importantes que se colocam”, disse, sublinhado que Cabo Verde continuará a ser um parceiro “útil” na dimensão africana da política chinesa.

Dentro desta política africana, acentuou, a China é um “parceiro importante” para o desenvolvimento da integração regional.

“Queremos contar com a China para que Cabo Verde possa integrar-se, efectivamente, nesta região, na nossa sub-região da CEDEAO e ser também um intermediário entre os grandes projectos que a China tem com o nosso continente africano, visto que Cabo Verde é um parceiro útil, também aqui na nossa sub-região”, frisou.

Cabo Verde espera ainda, segundo o governante, continuar a contar com o apoio da China no que toca à execução do seu plano de vacinação contra a covid-19.

AM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos