Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

3ª edição do Programa Empreamar CV terá o envolvimento de outros pilares da estrutura económica – coordenador (c/áudio)

Cidade da Praia, 07 Jul (Inforpress) – O coordenador do Programa Empreamar Cabo Verde revelou hoje que a 3ª edição do programa terá uma interacção da economia azul, verde e tecnológica numa lógica da sustentabilidade da economia circular.

O anúncio foi feito por Inácio Vera-Cruz, esta manhã, na praia, à margem da cerimónia de encerramento da 2ª edição do programa Empreamar Cabo Verde e do lançamento da plataforma de incubação online que decorreu através da plataforma zoom e presencial no auditório da Escola de Negócios e Governação da Uni-CV.

“Já estamos a trabalhar no processo da 3ª edição, mas não será exclusivamente a economia azul. Vamos fazer uma interacção economia azul, economia verde e economia tecnológica numa lógica da sustentabilidade da economia circular e vamos envolver outros pilares da estrutura económica”, apontou.

Inácio Vera-Cruz, que é também professor e director do centro de empreendedorismo de prestação de serviço da Uni-CV, avançou que o projecto já dispõe de parceiros, mas irá contar também com parcerias de instituições nacionais ligados ao sector do mar.

O coordenador fez uma análise “muito positiva” do programa que hora finda, sublinhando que se trata de programas de empoderamento de jovens ou de criação de empresas, e que é preciso ter em conta que é muito difícil concretizar empresas efectivas.

Explicou que na 1ª e 2ª edição do programa contou com cerca de 360 candidaturas e apenas 11 empresas foram materializadas, ou seja, um índice de 3%, mas algo que considera normal.

“Para além desse resultado que é das empresas criadas, nós criamos infra-estruturas com condições internas para poder relançar de uma forma mais autónoma a 3ª edição e outros programas que não estejam ligados à área da economia azul, sendo que estamos a promover um novo programa que envolve a economia verde e tecnológica”, apontou.

Inácio Vera-Cruz disse ainda que, no âmbito da 2ª edição do programa Empreamar Cabo Verde, foi criada a plataforma de incubação online como uma alternativa de adaptação aos novos tempos.

“Perante a pandemia da covid-19 o programa foi suspenso, e alteramos a configuração das actividades previstas para criarmos uma alternativa para fazer face à pandemia e dar continuidade às nossas acções através da plataforma, onde hoje podemos atingir mais números de pessoas para candidatar-se, para formação e ter acesso aos nossos serviços da universidade sem se deslocar”, explicou.

Na ocasião mostrou-se confiante que com esta plataforma a Universidade de Cabo Verde vai aumentar a sua taxa de efectividade em termos de resultados.

Criado em 2016, o Empreamar CV é um programa de empreendedorismo virado para o sector marítimo que visa a inovação para o desenvolvimento sustentável das comunidades costeiras de Cabo Verde por forma a contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas que dependem da economia marítima através da implementação de soluções inovadoras.

O programa é financiado pela Agência Espanhola da Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), com as comparticipações da Uni-CV, Instituto Nacional Desenvolvimento de Pescas e Campus do Mar.

AV/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos