Covid-19: Cabo Verde reporta 83 novas infecções, um óbito e 117 recuperados

Cidade da Praia, 21 Jan (Inforpress) – Cabo Verde registou hoje 83 infecções por covid-19 e um óbito, passando o Pais a ter um total acumulado de 13.307 casos positivos dos quais 12517 já se recuperaram.

Ao todo, de acordo com o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, foram realizados 901 testes, dos quais resultaram 83 casos positivos e 117 recuperados, sendo Praia (6), São Domingos (2), São Miguel (3), Mosteiros (8), Santa Catarina do Fogo (2),Porto Novo (16), São Vicente (71) e Maio (9).

Entretanto, o Governo anunciou hoje, em comunicado, que já tem garantido os recursos para materializar o plano de vacinação contra a covid-19, tendo já sido mobilizados 5 milhões de dólares junto do Banco Mundial.

De acordo com executivo, mais 10 milhões estão sendo mobilizados no quadro de um projecto regional.

“A vacinação dos cabo-verdianos contra a covid-19 ocupa a primeira linha de prioridades do Governo e assim tem sentido de imperatividade na execução do Orçamento do Estado 2021”, lê-se no comunicado distribuído à imprensa.

O Governo de Ulisses Correia e Silva avançou que vai garantir a vacinação de, pelo menos, 95% da população de risco na primeira fase, tendo como prioridade os profissionais de saúde seguindo-se as pessoas com maior risco, a Polícia Nacional, a Protecção Civil e as Forças Armadas, que estão na linha da frente.

Também da lista prioritárias constam, segundo o Governo, as pessoas que trabalham no domínio do turismo, no sentido de dar mais segurança aos turistas.
O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egipto, em 14 de Fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsariana a registar casos de infecção, em 28 de Fevereiro.

A pandemia da covid-19 já provocou, pelo menos, 2.031.048 mortos resultantes de mais de 94,9 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência noticiosa francesa AFP.

A covid-19 é uma doença respiratória causada por um novo coronavírus (tipo de vírus) detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LC/CP
InforpressFim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos