Autárquicas/Santa Catarina: UCID quer investir em projectos de retenção de água nas localidades próximas às ribeiras

Assomada, 21 Out (Inforpress) – A candidata da UCID à presidência da Câmara Municipal de Santa Catarina, Neida Rompão, defendeu hoje que é preciso investir em projectos de retenção de água zonas próximas às ribeiras por onde corre água limpa e aproveitável.

Neida Rompão e equipa puderam constatar que nas comunidades de Ribeira de Engenhos, Poilão de Engenhos, Telhal, Chã de Cana e outras, que fazem parte da ribeira da localidade, há muita água limpa que corre diariamente para o mar.

Estas localidades vivem, essencialmente, da agricultura e da produção de hortaliças e o maior desejo dos agricultores é poderem aproveitar, da melhor forma, a grande quantidade de água que corre pelas ribeiras, sem nenhuma retenção e aproveitamento.

A candidata da UCID à Câmara Municipal de Santa Catarina disse que a melhor solução será optar por sistemas de retenção de baixo custo, mas com benefícios consideráveis e duradouros.

“Se ganharmos as eleições, iremos construir cisternas para recolha daquela água que ainda não é aproveitada, permitindo aos agricultores terem água para rega permanentemente, a qualquer momento para investirem ainda mais no cultivo de hortaliças”, disse Neida Rompão.

Outra preocupação relatada pelos moradores é a grande quantidade de casas degradadas, a precisarem de remodelação e a candidata disse que a situação é transversal em boa parte do concelho e prometeu “reabilitar 250 moradias e construir outras cem, de raiz. Esse número parece pouco, mas preferimos trabalhar com valores realistas. Se conseguirmos atingir a meta no primeiro e segundo anos de mandato, nos anos seguintes propomos reabilitar outros 250”.

A candidata realçou, ainda, que não basta reabilitar e entregar aos beneficiários. Para ela, é preciso criar empregos para que as famílias tenham acesso a rendimento e possam dar continuidade à manutenção física das suas moradias.

Na recta final da campanha, a UCID já cumpriu, na íntegra, a sua programação de contactos e, até sexta, a equipa estará a revisitar algumas zonas tidas como estratégicas.

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, estavam inscritos nos cadernos eleitorais, provisoriamente, um total de 26.574 eleitores (em 2016 o número de inscritos era de 24.398, dos quais 15.452 votaram).

A nível nacional participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

EP/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos