Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

PAICV diz que bairro da Jamaica é marca da governação do MPD na Cidade da Praia

Cidade da Praia, 17 Set (Inforpress) – O líder da bancada municipal do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Vladimir Ferreira, disse hoje, em declarações à Inforpress, que o bairro da Jamaica é marca da governação do MPD na Cidade da Praia.

Vladimir Ferreira falava à margem de uma visita da bancada municipal do PAICV ao bairro da Jamaica e arredores, com o intuito de se inteirar da situação da população depois da chegada das primeiras chuvas.

Aquele responsável partidário adiantou que o seu partido começou por denotar logo no inicio das visitas que não estão a ser implementados os planos definidos pela câmara municipal, liderada pelo Movimento para a Democracia (MpD).

“Já estivemos em várias casas, já falamos com várias famílias e nós não constatamos isso”, afirmou Vladimir Ferreira, citando os planos que permitam a requalificação das ribeiras, assim como os murros de protecção das cheias, pavimentação das ruas, sistemas de drenagem de água e sistemas de saneamento para as habitações.

Aquele eleito municipal disse ainda que, “sem dúvidas”, foram essas questões levantadas pelos próprios moradores.

“Mas aqui, queria ressaltar um problema que é de fundo: o bairro da Jamaica, em 2008, não existia, é um bairro muito recente. Portanto, é claramente um bairro que é uma marca da governação do MPD, na Cidade da Praia, isso não há dúvidas”, defendeu.

Mais à diante, Vladimir Ferreira salientou que o surgimento de vários novos bairros informais na Cidade da Praia, nos últimos 10 anos, quer dizer que “não tem havido alternativas em termos de acesso legal e ordenado a terrenos para construção”.

No ponto de vista deste líder partidário, os vários planos de urbanização que têm sido implementados na Cidade da Praia “são sempre para a classe média alta”, ou seja, exemplificou, para os bairros de Palmarejo Grande, Palmarejo, Vila Nova Esperança, entre outros.

“Temos vários exemplos de urbanização, mas nós não temos uma política de urbanização para as famílias com menos posse”, adiantou Vladimir Ferreira, para quem, “de uma forma estrutural, recorrente e permanente, o bairro da Jamaica é uma prova desse ignorar”.

Ou seja, prosseguiu, se houvesse uma planificação existiria esse bairro.

“Teríamos talvez um outro modelo. Mas isso, infelizmente, pudemos perceber que é algo estrutural, não é de agora, é muito mais antigo”, acrescentou este eleito, acrescentando que a tendência é ter “cada vez mais populações em insegurança habitacional”.

GSF/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos