13 de Janeiro: Tarrafal está “umbilicalmente” ligado à liberdade e democracia – Fernando Elisio Freire

Cidade da Praia, 12 Jan ( Inforpress) – O ministro do Estado, Fernando Elisio Freire, defendeu hoje, na Cidade da Praia, que não há município em Cabo Verde que esteja tão “umbilicalmente” ligado à liberdade e democracia como Tarrafal de Santiago.

O governante fez essa afirmação na abertura da terceira edição do encontro “Fidjus de Santo Amaro na Praia” , realizado para comemorar o 13 de Janeiro, Dia da Liberdade e Democracia e 15 de Janeiro, Dia do Município de Tarrafal.

“Foi no Tarrafal que se forjaram lutas intensas pela independência e não foi por acaso que foi ali que se escolheu para se colocar o Campo de Concentração”, disse Fernando Elisio Freire, considerando que foram os tarrafalenses os primeiros a gritarem a liberdade.

Acrescentou que também no município de Tarrafal houve um forte combate ao regime de partido único, “ no período em que se iniciou a construção da democracia”.

“O município de Tarrafal é também terra de Nhu Santo Amaro, que sabe receber e cuidar dos seus filhos” , ajuntou o também ministro da Família e Inclusão Social.

Para Fernando Elisio Freire, “sendo Tarrafal uma terra de liberdade e democracia” tem que ser um município desenvolvido por ter condições de receber todos os investimentos e se transformar num concelho de referência de Cabo Verde.

“Por isso, o Governo está a trabalhar arduamente, em parceria com a câmara municipal, para a transformação do Campo de Concentração no património imaterial da humanidade “, informou o ministro, considerando que essa elevação será um passo decisivo para se fazer justiça à história do Tarrafal.

Por sua vez, José Soares, representante da comissão organizadora do encontro, disse que este ano, devido ao contexto da pandemia da covid-19, decidiu-se por realizar uma actividade reflectiva.

Quanto à decisão de juntar essas duas datas , José Soares justificou afirmando que Tarrafal é símbolo de resistência, liberdade e democracia.

O encontro foi marcado com uma conversa aberta sobre a visão, perspectiva e significado de 13 e 15 de Janeiro para os tarrafalenses.

OM/JMV
Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos